Canvas: Saiba como fazer o plano de negócio perfeito para sua loja de locação

20 may 2019, 21:06

Todos conhecemos a importância de possuir planos e análises para a loja de locação, mas, o que normalmente acontece é o empreendedor ter seus planos e análises em documentos burocráticos, onde não visualiza facilmente o estado atual da sua loja e as necessidades de planejamentos futuros.

O Business Model Canvas é uma ferramenta que soluciona esses problemas, em que você consegue ter um visual claro do seu negócio e dessa forma, compreender melhor como está o status atual da sua loja e em quais pontos ela deve melhorar.

 

Canvas: O que é e pra que serve?

 

O Business Model Canvas tem o propósito de facilitar a criação do plano de negócio. Criado por Alexander Osterwalder, este mapa visual deixa as ideias mais claras sobre a sua loja de locação e ajuda a compreender todas as camadas do seu negócio.
 
Ele serve tanto para avaliar a viabilidade de um novo projeto/ideia, quanto para integrar times e funcionários, motrando um visual completo da sua loja de locação e entendendo todos os fatores importantes.
 
 
O Canvas não é um substituto oficial do plano de negócios mais robusto, com relatórios e análises profundas, mas, é interessante usá-lo como forma de ter um visual claro e rápido da sua loja de locação, sem esquecer da importância de um planejamento completo e detalhado.
 
 

Por que eu preciso de um plano para minha loja de locação?

 

Conhecer a proposta de valor da sua loja, o seu consumidor, gastos, lucros, parceiros e vários outros detalhes é definitivamente algo fundamental para um negócio de sucesso.
 
E ter estas informações em mãos de forma rápida e clara, para assim, conseguir avaliar o que precisa ser melhorado e os próximos passos para o seu negócio facilita muito!
 
O primordial, é não deixar sua loja a mercê do destino. E ter apenas um plano de negócio robusto, ao qual você quase não consegue compreender as necessidades e os caminhos da sua empresa, também não te ajudará muito em seu crescimento.
 
 

Como usar o Canvas em sua loja de locação de trajes

 

Dividido em quatro principais partes, o que, pra que, como e quanto, o modelo Canvas possui algumas maneiras de ser usado e inícios possíveis. 

Primeiramente, você precisa decidir em que formato irá preenchê-lo. O mais comum, é imprimir o quadro em uma folha A3 (é importante ser nesse tamanho para que haja espaço pra anotações) e colocar as informações com post-it.
 
Mas hoje, com a grande difusão deste método, já existem softwares onlines com o Canvas, planilhas Excel editáveis e  a ferramenta Canvas online do SEBRAE.
 
 
Modelo canvas
 
 
Agora, vamos colocar a mão na massa e realizar seu planejamento estratégico. O mapa visual Canvas possui 9 blocos e pode ser iniciado de várias maneiras. A seguir, confira a ordem que recomendamos:
 
 

1º Segmentos de mercado

 
Ao avaliar se sua loda de locação se tornará um negócio de sucesso ou não, você precisa entender se há uma necessidade do consumidor para a solução que você oferece e quem é o seu potência consumidor.
 
Sendo assim, identifique o seu potencial cliente e detalhe o máximo possível sobre ele e defina o nicho de mercado que o seu negócio está inserido.
 

2° Proposta de valor

 
Este é um dos blocos mais importantes deste modelo, aqui você deve criar propostas que atendem as necessidades do seu público-alvo.
 
Além disso, neste bloco deve estar a oferta de maior valor da sua empresa, que não é necessariamente o seu produto. Reflita sobre o seu maior diferencial e se soluciona alguma dor do seu cliente ideal.
 
Ps.: Ter um vestido de noiva com design e produção internacional vai ser uma ótima proposta de valor para a sua loja? Ou então, modelos com uma durabilidade e caimento incrível? Se a resposta for sim, entre em contato agora com a gente!
 

3° Canais

 
Neste terceiro item, detalhe como você entrega seu produto e realiza a sua venda. Como o negócio de locação de trajes normalmente é só realizado em estabelecimentos, o seu canal principal será a sua loja.
 

4º Relação com o cliente

 
Quais meios você utiliza para se relacionar com o seu cliente? Elenque neste item canais como redes sociais, e-mail, telefone, Whatsapp e outros.
 
Além disso, é bacana refletir como está a qualidade deste relacionamento, a velocidade em que os contatos são respondidos e quais melhorias você pode realizar? Talvez o seu público-alvo esteja usando um canal que você ainda não está, reflita!

 

5° Fontes de renda

 
Tendo como base a sua proposta de valor, quais são suas formas de geração de receita? Certamente, a principal fonte é a venda de produtos em sua loja, mas, reflita se há outras possibilidades como: parcerias com outras empresas, serviço de personal stylist, pacotes especiais e etc.
 

6° Atividades-chave

 
Pense em sua proposta de valor e avalie quais são as atividades-chave para atendê-la. Desde olhar com frequência as redes sociais para responder as mensagens até a manter o estabelecimento sempre limpo.
 

7º Recursos-chave

 
Quais recursos estão ligados diretamente ao funcionamento do seu negócio? Isso inclui o indispensável sistema de vendas, equipes especializadas e outros. Se você considera, por exemplo, o Instagram como um recurso-chave para realizar as suas atividades-chaves e alcançar a proposta de valor, este é o lugar onde ele deve estar.
 

8º Parceiros-chave

 
Neste bloco ficam todos os parceiros que podem contribuir para os recursos-chave e atividades-chave, desde fornecedores dos produtos, agências de publicidade e fornecedores de tecnologia.

 

Sabe por que chamamos todos os nossos clientes de parceiros? Porque realmente nos importamos com o sucesso deles e estamos disponíveis sempre em busca de fornecer os melhores recursos para o sucesso destas lojas. Seja você também um parceiro Rússia Noivas. Clique aqui!

 

9° Estrutura de custos

 
O que é necessário pagar para que o seu negócio gire? Levante desde custos com funcionários, até possíveis futuros custos, como manutenções e anuidades.
 
 
 
E assim, com estes 9 itens preenchidos, você consegue ter uma visão geral do seu negócio (ou da sua ideia). Agora, é envolver as pessoas necessárias e detalhar ainda mais o seu plano estratégico de negócio, compreendendo que o mais importante de tudo é entender a sua proposta de valor e girar todas as suas ações em torno dela.
 
Gostou do conteúdo? Compartilhe e deixe um comentário!
 

 

Comentários (0)

Comentários

para cima